Gatos costumam acariciar as pessoas com um envolvente roçar de seu corpo, que começa com a cabeça e termina com a cauda. É comum eles agirem assim também com objetos e coisas, o que sugere que o comportamento vai além da demonstração de afeto. Que outro sentido está por trás dessa atitude felina?

No mundo animal, muitas dúvidas martelam na nossa cabeça. E uma delas é: por que os galos sempre cantam antes do amanhecer? Quem já teve a oportunidade de presenciar pessoalmente, sabe que ele funciona como um relógio. Se para alguns a cantoria ajuda na hora de se levantar, para outros, o som é um verdadeiro tormento.

A intoxicação por dietilenoglicol, uma substância química que pode ser utilizada na indústria cervejeira, causa insuficiência renal e alterações neurológicas, levando até mesmo a óbito. O assunto que ganhou destaque na mídia nos últimos dias tem preocupado a população.

Sim, todos sonhamos. A afirmação já é consenso entre grande parte dos cientistas que estudam as atividades cerebrais durante o sono. Mas a experiência, apesar de fazer parte das rotinas noturnas, ainda permanece cercada de mistérios e é motivo de amplas discussões.

A alimentação de cães e gatos envolve muitas polêmicas. Saber qual o melhor tipo de ração, suplemento ou mesmo de comida ideal é uma dúvida de muitos tutores. Afinal, cada animal possui sua própria preferência e pode apresentar reações adversas, dependendo do que irá consumir. Há quem pense que o cão ou o gato pode comer de tudo, o que não é o recomendado, conforme explica a especialista em alimentação animal professora Flávia Maria de Oliveira Borges Saad, do Departamento de Zootecnia da Universidade Federal de Lavras (DZO/UFLA). “Na alimentação humana, temos um regime multidietético, ou seja, comemos um pouco de tudo e temos uma grande variação de alimentos. Para animais geralmente muito seletivos, como cães e gatos, normalmente não há essa variação e, com a alimentação caseira (com comida humana), corre-se o risco de estar desbalanceada, caso essa dieta não seja traçada por um nutricionista ou nutrólogo. Se não for possível esse acompanhamento, o melhor é dar ao cão ou gato uma boa ração.”

Diretrizes para publicação de notícias de pesquisa no Portal da UFLA e Portal da Ciência

Mais>>

A Comunicação da UFLA, por meio do projeto Núcleo de Divulgação Científica e da Coordenadoria de Divulgação Científica, assumiu o forte compromisso de compartilhar continuamente com a sociedade as pesquisas científicas produzidas na Instituição, bem como outros conteúdos de conhecimento que possam contribuir com a democratização do saber.

Sendo pequeno o número de profissionais na equipe de Comunicação da UFLA; sendo esse órgão envolvido também com todas as outras demandas de comunicação institucional, e considerando que as reportagens de pesquisa exigem um trabalho minucioso de apuração, redação e revisões, não é possível pautar todas as pesquisas em desenvolvimento na UFLA para que figurem no Portal da Ciência e no Portal UFLA. Sendo assim, a seleção de pautas seguirá critérios jornalísticos. Há também periodicidades definidas de publicação.

Todos os estudantes e professores interessados em popularizar o conhecimento e compartilhar suas pesquisas, podem apresentar sugestão e pauta à Comunicação pelo Suporte. As propostas serão analisadas com base nas seguintes premissas:

  • Deve haver tempo hábil para produção dos conteúdos: mínimo de 20 dias corridos antes da data pretendida de publicação. A possibilidade de publicações em prazo inferior a esse será avaliada pela Comunicação.

  • Algumas pautas (pesquisas) podem ser contempladas para publicação no Portal, produção de vídeo para o Youtube, produção de vídeo para Instagram e produção de spot para o quadro Rádio Ciência (veiculação na Rádio Universitária). Outras pautas, a critério das avaliações jornalísticas, poderão ter apenas parte desses produtos, ou somente reportagem no Portal. Outras podem, ainda, ser reservadas para publicação na revista de jornalismo científico Ciência em Prosa.

  • As matérias especiais de pesquisa e com conteúdos completos serão publicadas uma vez por semana.

  • É possível a publicação de notícias sobre pesquisa não só quando finalizadas. Em algumas situações, a pesquisa pode ser noticiada quando é iniciada e também durante seu desenvolvimento.

  • A ordem de publicação das diversas matérias em produção será definida pela Comunicação, considerando tempo decorrido da sugestão de pauta, vínculo do estudo com datas comemorativas e vínculo do estudo com acontecimentos factuais que exijam a publicação em determinado período.

  • O pesquisador que se dispõe a divulgar seus projetos também deve estar disponível para responder dúvidas do público que surgirem após a divulgação, assim como para atendimento à imprensa, caso haja interesse de veículos externos em repercutir a notícia.

  • Os textos são publicados, necessariamente, em linguagem jornalística e seguindo definições do Manual de Redação da Comunicação. O pesquisador deve conferir a exatidão das informações no texto final da matéria e dialogar com o jornalista caso haja necessidade de alterações, de forma a se preservar a linguagem e o formato essenciais ao entendimento do público não especializado.

Sugestões para aperfeiçoamentos neste Portal podem ser encaminhadas para comunicacao@ufla.br.



Plataforma de busca disponibilizada pela PRP para localizar grupos de pesquisa, pesquisadores, projetos e linhas de pesquisa da UFLA